Brasil pode ganhar mais com a soja se priorizar a qualidade do grão

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos à direita da barra de áudio

O teor médio de proteína da soja brasileira, entre as Safras 2014/15 e 2016/17, foi aproximadamente 2% superior ao dos grãos produzidos nos Estados Unidos. Por outro lado, os grãos defeituosos causaram prejuízos anuais de R$ 1 Bilhão à sojicultura nacional. Os resultados são de um estudo feito pela EMBRAPA Soja (PR) sobre aspectos econômicos relacionados à qualidade de grãos no Brasil a partir de dois atributos: teor de proteína e percentual de grãos avariados (defeituosos).