ENTREVISTA: Robson Mafioletti

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos à direita da barra de áudio

O Superintendente da OCEPAR (Organização das Cooperativas do Paraná) destaca o início da realização dos Fóruns sobre a Febre Aftosa e explica por que a crise chinesa pode ser uma boa oportunidade para as cooperativas.

O Paraná começou dias 14 e 15/05, em Paranavaí e Cornélio Procópio, o Fórum Paraná Livre de Febre Aftosa sem Vacinação, evento promovido pelo Governo e parceiros para debater a suspensão da vacina contra a Febre Aftosa no Estado. O Sistema OCEPAR apóia a iniciativa dos fóruns, juntamente com a Secretaria da Agricultura, a ADAPAR (Agência de Defesa Agropecuária), EMATER, Ministério da Agricultura, Sistema FAEP/SENAR, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Paraná, a FETAEP, além das entidades locais que colaboram com recursos físicos. Os próximos fóruns acontecem em Guarapuava (21/05), Pato Branco (22/05), Cascavel (23/05) e Curitiba (29/05).

Uma comitiva brasileira, chefiada pela Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e que conta com a participação do Coordenador da Câmara Temática do Leite da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Vicente Nogueira, está na China. O País tem enfrentando uma forte crise no setor pecuário, devido à Peste Suína Africana, também conhecida como PSA, sinalizando que há espaço para importação de proteínas animais de todos os tipos e, ainda, uma oportunidade para os exportadores brasileiros – sobretudo cooperativas.

Para mais informações: www.paranacooperativo.coop.br

Imagem: Comunicação OCEPAR