Mesmo com estiagem se prolongando desde junho/2019, produtores conseguem boa colheita dos principais grãos da primeira safra

Para baixar o áudio, clique nos três pontinhos à direita

O Paraná vive a estiagem mais prolongada desde 1997, quando o Simepar começou a monitorar as condições do tempo. Essa situação pode comprometer a safra de inverno no Estado. Um estudo detalhado sobre o que ocorre neste ano em relação às chuvas aumenta a preocupação dos produtores. Dirlei Antonio Manfio, técnico do Departamento de Economia Rural, Deral, da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, autor do estudo, disse que o impacto que esta estiagem vem provocando é na semeadura dos cereais de inverno.

Para mais informações: www.paranacooperativo.coop.br / App Paraná Cooperativo

Imagem: Gilson Abreu / AEN

Com informações da Agência Estadual de Notícias do Paraná.