Novo imposto federal pode aumentar mensalidades escolares em até 10,5% para 2021 e gerar desemprego no setor

Para baixar o áudio, clique nos 3 pontinhos!

A alíquota de 12% proposta para o novo imposto federal que pretende substituir o PIS/Cofins pode fazer com que a tributação final sobre o consumo no Brasil seja a maior do mundo. O novo imposto seria chamado de Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS), com uma alíquota única de 12%. O Projeto de Lei 3.887, de 2020, apresentado pelo Poder Executivo à Câmara dos Deputados, no final de julho, provoca severos efeitos na vida orçamentária de milhares de famílias devido ao aumento de até 10,5% nas mensalidades das escolas particulares.

Marco Aurélio Pitta (foto), profissional de contabilidade, mestre em Administração, coordenador e professor de programas de MBA de uma universidade de Curitiba/PR, comenta que um possível desdobramento deste novo imposto, caso ele seja mesmo aprovado, é o desemprego no setor.

Imagem: Divulgação