Projeto de estudantes chama atenção para o racismo ainda presente na sociedade

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

Por mais que existam leis que garantam a igualdade entre todos e criminalize a discriminação racial, o racismo é um processo histórico tão enraizado que modela a sociedade brasileira até hoje. O racismo estrutural permeia as relações e está presente nas instituições, nos espaços de poder e também na forma de falar e se expressar, ainda que inconscientemente.

Quando expressões como ‘a coisa tá preta’ ou ‘denegrir’ se tornam naturais e são faladas até mesmo por aqueles que se garantem não racistas, é um claro indício do quanto o preconceito está incorporado na sociedade.

Para chamar a atenção para a questão e fazer a sociedade refletir, um grupo de estudantes de Jornalismo de uma universidade de Curitiba transformou um trabalho da Disciplina de Mídia, Gênero e Etnia em uma série de vídeos curtos que explicam expressões racistas da Língua Portuguesa e indicam sinônimos para substituí-las. A ideia partiu do estudante Higor Paulino.

Assista: https://canaisglobo.globo.com/assistir/futura/nao-fale-a-lingua-do-racismo/t/MPXMgcwzBX/

Imagem: Reprodução Globo Play