Nelson Costa

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

O Superintendente da Fecoopar (Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná) avalia que as obras previstas em aeroportos concedidos à iniciativa privada vão trazer novas oportunidades para a economia paranaense.

Em leilão realizado em 07/04 na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), foram concedidos 22 aeroportos em 12 Estados, arrecadando-se R$ 3,3 Bilhões em outorgas. A concorrência foi feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em três blocos: Norte, Sul e Central.

A Companhia de Participações em Concessões, parte do grupo CCR, arrematou o Bloco Sul, por mais R$ 2,1 Bilhões. Entre os terminais paranaenses, foram concedidos os do Bacacheri, em Curitiba, São José dos Pinhais, Londrina e Foz do Iguaçu.

Para o Superintendente da Fecoopar (Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná), Nelson Costa, as obras previstas de ampliação e modernização destes aeroportos agora concedidos à iniciativa privada vão trazer muitas melhorias e novas oportunidades para a economia paranaense, em especial às cooperativas.

Fazem parte também do Bloco Sul os aeroportos catarinenses de Navegantes e Joinville e os terminais gaúchos de Pelotas, Uruguaiana e Bagé. A Companhia de Participações em Concessões também arrematou o Bloco Central, composto pelos aeroportos de Goiânia (GO), São Luís, Imperatriz (MA), Teresina (PI), Palmas (TO) e Petrolina (PE). Já o Bloco Norte foi concedido para a Vinci Airports. Estão neste bloco os aeroportos de Manaus, Tabatinga e Tefé (AM), Porto Velho (RO), Rio Branco e Cruzeiro do Sul (AC) e Boa Vista (RR).

Para mais informações: www.paranacooperativo.coop.br / App Paraná Cooperativo

Imagem: Comunicação Ocepar

Entrevista concedida ao Jornalista Samuel Milleo Filho.