Advogado passa mais de 200 dias internado na luta contra Covid-19

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

O Advogado Guilherme Kovalski Lima comemorou o aniversário de 36 anos no mesmo dia em que completou 200 dias de internação num hospital de Curitiba/PR. Diabético e hipertenso, ele foi internado às pressas devido a uma trombose pulmonar, uma das complicações mais comuns – e graves – provocadas pelo novo coronavírus. Isso foi no dia 27 de julho do ano passado. No dia 4 de novembro, após mais de 101 dias, recebeu alta da UTI para um leito clínico, com direito à homenagem surpresa de família e amigos na frente do hospital. Chegou a sair da internação por um breve período, mas retornou no dia 8 de dezembro.

A alta definitiva aconteceu apenas no dia 21 de fevereiro, pouco antes de a pandemia completar um ano no Brasil. Desses 12 meses, Guilherme conviveu, dentro do hospital, com a doença ou suas complicações por sete.

O Médico Intensivista e Coordenador da UTI do hospital, Jarbas da Silva Motta Junior, detalha como foi o tratamento do paciente.

Quase dois meses em casa, após a alta hospitalar, o advogado volta aos poucos ao trabalho e retoma a convivência com as filhas, de 1 e 8 anos, de quem ficou afastado por tanto tempo. Mas ainda não consegue andar, devido à fraqueza muscular causada pelo longo tempo acamado, além de uma lesão no ombro, resultante das pronagens (quando o paciente é colocado de bruços para aliviar a pressão no pulmão). Para recuperar os movimentos, força e coordenação muscular, Guilherme realiza de duas a três sessões diárias de fisioterapia, além do acompanhamento com fonoaudióloga. Ele deixa um recado muito importante a quem ainda pensa que a Covid-19 não é grave.

Imagem e vídeo: Divulgação