Em entrevista à RPC, Presidente do Sistema Ocepar diz que novo modelo de pedágio é justo para o Paraná

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

Depois de muita discussão, uma mudança no novo modelo de pedágio para o Paraná tem tudo para deixar as estradas seguras, com obras e a um preço justo. A definição veio depois de um encontro, em Brasília, entre o Governador do Estado, Ratinho Jr, o Secretário de Infraestrutura, Sandro Alex, e o Presidente Jair Bolsonaro, para tentar mudar o novo modelo de concessão das rodovias. Segundo o Secretário Sandro Alex, o pedido foi aceito.

A mudança atende a pedidos do setor produtivo, da classe política e da sociedade. Agora, vence a licitação quem apresentar a tarifa mais baixa, sem limites de descontos. Antes, o Ministério da Infraestrutura defendia que houvesse um limite de descontos para a garantia de obras.

Ainda falta a definição de qual dispositivo será usado para garantir a execução das obras. O Governo do Paraná defende que as vencedoras sejam obrigadas a fazer um depósito caução, diz o Secretário Sandro Alex.

A expectativa também é que as tarifas caiam bem mais do que a média de 17% previstos anteriormente. Um modelo justo, nas palavras do Presidente do Sistema Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná), José Roberto Ricken, que também coordena o G7, grupo das mais importantes entidades que representam o setor produtivo no Estado. A entrevista de Ricken foi concedida à RPC, afiliada Rede Globo no Estado do Paraná.

Para mais informações: www.paranacooperativo.coop.br / App Paraná Cooperativo

Assista à reportagem da RPC sobre o assunto: https://globoplay.globo.com/v/9530168/

Imagem: Reprodução RPC/Rede Globo