Joana Colussi

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

A Jornalista e Doutoranda é uma das coordenadoras de uma pesquisa que vai apurar os canais mais eficientes para levar a informação para o produtor rural, a ponto de influenciá-lo ao tomar uma decisão em relação à compra de uma nova tecnologia no campo.

Quais são os canais mais eficientes para levar a informação para o produtor rural, a ponto de influenciá-lo ao tomar uma decisão em relação à compra de uma nova tecnologia no campo? Partindo desta pergunta é que nasceu um estudo inédito, que está sendo realizado no Brasil e nos Estados Unidos e uma das organizadoras é a jornalista e doutoranda Joana Colussi.

A pesquisa está focada em produtores de soja dos cinco principais Estados brasileiros e americanos e é promovida pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pela Universidade de Illinois. Ainda segundo Joana, a pesquisa é simples, rápida e intuitiva.

O levantamento tem o apoio da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Federação da Agricultura do Paraná (Faep), Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) e Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Ematers, universidades, cooperativas, organizações públicas e privadas ligadas ao agronegócio, além do Sistema Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná). Joana Colussi faz um convite especial às coops do Estado para que participem.

No Brasil, o público-alvo são agricultores de Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso do Sul. Nos EUA, a mesma pesquisa será aplicada em Illinois, Iowa, Minnesota, Indiana e Nebraska. O critério de escolha foram os cinco Estados, em cada país, com a maior área cultivada com soja.

O levantamento online buscará identificar a contribuição de veículos de massa (jornais, revistas, rádio, televisão, websites), de mídias sociais (WhatsApp, Facebook, Youtube, Instagram) e das relações interpessoais (dias de campo, conferências, extensionistas, vendedores) na decisão de adotar uma nova tecnologia para a lavoura.

Além de Joana Colussi, o trabalho também tem a coordenação dos professores Antônio Padula, da UFRGS, e Gary Schnitkey, da Universidade de Illinois.

Para participar, basta acessar o questionário aqui http://bit.ly/agricomunica.

Imagem: Divulgação