SAÚDE POSITIVA #2: Como é o acompanhamento psicológico da pessoa vivendo com HIV?

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

Em qual momento é mais crucial para a pessoa com HIV receber atenção psicológica? E o momento de receber o diagnóstico deveria ser melhor abordado? Os médicos deveriam encaminhar o diagnosticado para o serviço de psicologia? Estas e outras perguntas são respondidas por Juliana Cruz, Psicóloga formada pelo Centro Universitário Unibrasil e Especialista pela PUC/PR. Ela atuou na ONG Grupo Dignidade e trabalhou com a Fiocruz em pesquisa para avaliar níveis de testagens em Curitiba/PR.

A Dra. Juliana também comenta se é comum que o indivíduo procure ajuda no momento de contar sobre o diagnóstico para a família e parceiros, quando a pessoa é diagnosticada após ter desenvolvido a AIDS e se ela necessita de mais atenção, se a terapia antirretroviral traz alguns sintomas colaterais e se algum é associado à saúde mental.

A Especialista encerra nossa conversa dando dicas para as pessoas que vivem com HIV neste momento de distanciamento social, estresse gerado pela pandemia e outros problemas que estamos vivendo desde o ano passado.

Saiba mais: www.fundopositivo.org.br

Imagem: Fundo Positivo