Inverno aumenta em até 30% risco de infarto

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

Com a chegada do inverno alguns problemas de saúde tornam-se mais comuns, mas não ficam restritos apenas às doenças respiratórias. Segundo o Instituto Nacional de Cardiologia (INC), o risco de sofrer um infarto pode ser até 30% maior nas baixas temperaturas.

Independentemente da temperatura, os grupos de risco são os mesmos: idosos, hipertensos, diabéticos, tabagistas, etilistas, pessoas que sofrem com insuficiência renal crônica e colesterol elevado, além daqueles que têm histórico familiar de parentes de primeiro grau com infarto, ou se o próprio paciente já teve infarto prévio.

Porém, o risco não é exclusivo a essas pessoas e, como no inverno, a chance de ocorrer infarto é maior, os cuidados devem ser redobrados, orienta Vinicius Bocchino Seleme, cardiologista intervencionista.

Imagem: Divulgação