Setor agropecuário pede políticas públicas para compensar perdas com geadas

Para fazer o DOWNLOAD, clique nos três pontinhos!!!

Parlamentares e representantes de órgãos ligados à agropecuária pediram rapidez nas providências para compensar os efeitos das geadas em diversas culturas, que incluem crédito a juros baixos e prazos de carência para pagar os empréstimos. A expectativa é que os recursos permitam também o enfrentamento de dois outros problemas que já afetam o setor: o aumento de custos e os prejuízos causados pela estiagem.

O café foi a cultura mais atingida, com efeitos nas safras dos próximos dois anos, como explica Sergio de Zen, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Durante a audiência pública, o diretor de Comercialização e Abastecimento do Ministério da Agricultura, Silvio Farnese, anunciou que, dos R$ 5, 9 bilhões do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), R$ 1,3 bilhões já estão separados para apoiar os produtores rurais atingidos pelas geadas. O Banco do Brasil também destinou crédito de R$2 bilhões para a recuperação de cafezais e de outras lavouras prejudicadas pelas baixas temperaturas do inverno.

Com informações da Rádio Câmara.

Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados