Férias de verão: mitos e verdades sobre protetores solares

Com a chegada do verão, o aumento da exposição aos raios solares exige um item considerado imprescindível: o filtro solar, essencial para evitar queimaduras e até mesmo o câncer de pele, visto que, no Brasil, um terço de todos os diagnósticos de câncer é desse tipo, com cerca de 185 mil novos casos registrados todo ano.

Porém, são inúmeros os mitos e as verdades sobre o produto, o que acaba causando dúvidas na hora da compra e do uso. Questões como o fator de proteção e a quantidade de uso, por exemplo, são divulgadas com informações imprecisas, deixando os consumidores incertos sobre qual produto adquirir.

Ana Carolina Pareja Isa, Professora do Curso de Estética e Cosmética de uma universidade de Curitiba/PR, explica se há risco de alterações hormonais pelo uso de protetores a longo prazo e qual a quantidade recomendada de uso.

Imagem: Envato