Ministro detalha motivos para decretar fim da emergência sanitária

Um dia depois de anunciar em pronunciamento oficial em rádio e TV que o Ministério da Saúde vai declarar o fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin) relacionada à covid-19 no Brasil, o ministro Marcelo Queiroga detalhou nesta segunda-feira (18) a decisão da pasta. Queiroga disse que a medida será publicada em portaria e a decisão pelo fim do estado de emergência é devido à melhora do cenário epidemiológico no país. E acrescentou que as vacinas contra a covid seguem à disposição da população, assim como os testes para detectar a doença. O ministro garantiu que haverá um período de transição, e que mesmo com o fim da emergência sanitária “nenhuma política de saúde será interrompida”. O Diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, Renato Kfouri, explica que o fim da emergência não significa se descuidar com a Covid-19.

Com informações da Agência Brasil e da Radioagência Nacional.

https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-04/ministro-detalha-motivos-para-decretar-fim-da-emergencia-sanitaria

https://agenciabrasil.ebc.com.br/radioagencia-nacional/saude/audio/2022-04/ministro-da-saude-diz-que-politicas-publicas-nao-serao-interrompidas

Imagem: Marcelo Camargo / Agência Brasil