Da venda ao delivery: tecnologia transforma distribuição de bebidas durante pandemia

Mesmo com as atividades econômicas caminhando para um cenário pós-pandêmico, o e-commerce caiu no gosto dos consumidores. O Brasil, por exemplo, é responsável por quase metade do faturamento do delivery na América Latina. Durante a pandemia, as plataformas digitais viralizaram, seguraram as operações de diversos estabelecimentos e se tornaram até modelo de negócio para as indústrias.

Com a experiência que ganharam, empresas têm optado por criar o seu próprio sistema de entregas. Foi o que fez uma indústria de bebidas sediada em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba, que aposta em plataformas digitais para divulgar seus produtos. De acordo com Marcellus Mendes Schmitz, Gerente de Tecnologia da Informação da empresa, o investimento garante um diferencial competitivo.

Da indústria ao varejo, a tecnologia muda a maneira de se fazer negócios e exige um nível muito maior de integração e de especialização para que as empresas enfrentem um mercado cada vez mais globalizado, segundo Márcio Viana, CEO da empresa responsável pelas ferramentas implantadas na indústria de bebidas.

Imagem: Twenty20/Envato